segunda-feira, 21 de março de 2011

Nada mudou, apenas meu amor, e isso não é nada!





Eu não me canso de escrever e você de ler, tudo aquilo que minha voz não sabe falar e você não sabe escutar, ao tentar eu choro, choro muito mais que tento. 
Já não escrevo mais com a direita, tento um pouco com a esquerda e a tinta acaba, acaba tudo que existiu entre nós e eu ainda terei coragem de escrever esse final, e quem sabe assim deixo o choro um pouco de lado e você continuará o mesmo, até porque um dia fiz parte de quem você foi e não de quem tu és.

Nenhum comentário: